A Foto – Contos do Horror

Compartilhe em:
SILIG! Só leia se tiver certeza, por favor não leia se não tiver coragem. Dankí
Em um dia na escola, um garoto chamado Bruno estava sentado
em sua classe durante a aula de matemática. Faltavam seis minutos para a aula
terminar. Enquanto ele fazia os exercícios, uma coisa chamou sua atenção. A carteira dele era ao lado da
janela, ele se virou e olhou para o pátio do lado de fora. Tinha algo que
parecia uma foto jogada no chão. Quando a aula acabou, ele correu até o lugar
que ele tinha visto a foto, ele correu o mais rápido que podia para que ninguém
pegasse ela antes dele.

Ele pegou a foto e sorriu. Na
foto havia a imagem da garota mais linda que ele tinha visto. Ela tinha um
vestido apertado e uma sandália vermelha, seu cabelo era ondulado e sua mão
direita tinha um sinal de “V” formado com os dedos indicador e médio.

Ela era tão linda
que ele a quis conhecer, então ele percorreu toda a escola perguntado para
todos que passavam se alguém já tinha visto aquela garota, mas todos respondiam
“Não”. Ele estava arrasado.
Quando chegou em
casa, ele perguntou para sua irmã mais velha se ela a conhecia, mas
infelizmente ela também disse “Não.” Já era tarde, Bruno subiu as
escadas, colocou a foto na cabeceira de sua cama e dormiu.
No meio da noite Bruno foi acordado por um barulho na janela. Era como
uma unha batendo. Ele ficou com medo. Após as batidas ele ouviu uma risadinha.
Ele viu uma sombra próxima a sua janela, então ele saiu da cama, andou até a
janela, abriu e procurou pelo lugar que vinha a risada, não havia nada e a risada
parou.
No dia seguinte ele foi perguntar para seus vizinhos se eles conheciam a
garota.
Todos falaram “Desculpe, não.”. Ele perguntou até mesmo para
sua mãe assim que ela chegou em casa. Ela disse “Não.”. Ele foi para
o quarto, colocou a foto na cabeceira e dormiu.
Novamente ele foi acordado pelas batidas na janela. Ele pegou a foto e
seguiu as risadinhas. Ele saiu, desceu as escadas, saiu de casa pela porta e
foi atravessar a rua quando de repente foi atingido por um carro. Ele estava
morto com a foto em suas mãos.
O motorista do carro saiu e tentou ajudar, mas era tarde demais. Depois
o
motorista vê uma fotografia e a pega.
Ele vê uma linda garota com três dedos levantados.

Comentários

Comentários